A dor de quem empreende

Por Alice Sosnowski | abr 06, 2017

dor_empreendedor

Somos luz e sombra. Na vida e no trabalho. E no empreendedorismo não poderia ser diferente. Impossível dissociar: empreendedor rima com DOR. A própria palavra já evidencia isso. Por trás do “glamour” do empreendedorismo tem muito suor, esforço e superação.

Ao longo de oito anos e das centenas de especialistas que já conversei para o projeto O Pulo do Gato Empreendedor, notei que todos os empreendedores são unânimes em afirmar que a dor faz parte da jornada. A diferença é a forma como encaramos este desafio.

Um grande amiga, empresária de renome, costuma dizer que os empreendedores almejam o céu, mas não querem morrer. O que ela quer dizer com isso? Simples: a dor faz parte do processo. Acostume-se!

Mas se estivermos atentos, vamos perceber que a dor não precisa ser negada. Pelo contrário. Ela precisa ser compreendida. Afinal, ela é a chave para a mudança. É a febre alta que aponta a necessidade de aprender algo, encarar as sombras e partir para a transformação. É olhando nossas fraquezas que encontramos as respostas que buscamos, o porquê das nossas ações e as motivações por trás de cada escolha.

Há muito tempo bato nessa mesma tecla: a necessidade do autoconhecimento para o sucesso do empreendedor. E essa jornada não precisa ser solitária. Ela pode ser compartilhada com outros empreendedores que vivem as mesmas dores ou desafios parecidos, que podem escutar, acolher e ajudar a transformar os desafios em oportunidades de crescimento. A dor ensina. Mas é preciso estar aberto para aprender a lição. Você está?

Venha participar do 2° workshop O Pulo do Gato Empreendedor, além de desenvolver habilidades que ajudarão no seu negócio, você poderá compartilhar experiências com empreendedores com as mesmas dores e desafios que você. Acesse: www.opulodogatoempreendedor.com.br/workshop