A inovação na era dos makers

Por Alice Sosnowski | jun 10, 2015

Com tecnologia acessível, código-livre e muita vontade de fazer, o jovem maker Jeferson Simões construiu sua própria máquina CNC

Você sabe o que é uma máquina CNC? Bom, eu também não. Mas uma rápida pesquisa no Google mostra que CNC são as iniciais de Computer Numeric Control. Em outras palavras, fresadoras e tornos controlados por computadores que permitem produzir peças complexas com grande precisão.

O CNC foi desenvolvido na década de 1940 e mudou radicalmente os processos industriais, reduzindo erros e agilizando linhas de montagem. Mas, naquela época, a inovação estava a serviço das grandes indústrias. Hoje, isso é um pouco diferente.

Com a tecnologia mais acessível, conhecimento compartilhado em opensource e a nova onda de makers (do faça você mesmo) um jovem de 27 anos de São José dos Campos decidiu criar sua própria máquina CNC. O motivo? Criar moldes personalizados para chocolates. Isso mesmo. A tecnologia iria ajudar sua mãe na fábrica caseira da família.

Para isso, Jeferson Simões se valeu de componentes mecânicos alternativos, importou peças que não existiam no Brasil, utilizou seus conhecimentos software de código aberto e produziu um protótipo da Router CNC de baixo custo.

Depois ele levou seu projeto para a Campus Party 7 e se deparou com um mercado de pessoas e pequenas empresas querendo usar a máquina para outros fins. Resultado: Jeferson venceu o concurso “Traga seu robô – RobôLivre.org” e foi eleito “Top Makers da Campus Party 2014 promovido pelo Designoteca, uma rede social para designers.

Foi assim que Jeferson se tornou o empreendedor da Protoptimus, uma startup que tem o objetivo de tornar a tecnologia CNC mais acessível. A máquina pode ser usada para variados trabalhos desde gravações e cortes em áreas de comunicação visual e confecção de moldes personalizados até prototipagem rápida para engenheiros e designers.

Para que seu projeto fosse em frente, Jeferson criou uma campanha de  financiamento coletivo no Catarse com o objetivo de  levantar o capital para começar a fabricar em maior escala seu produto. “Minha proposta é poder fabricar máquinas acessíveis e fáceis de usar, para que mais pessoas possam ter acesso e lucrar com esta tecnologia”, diz Jeferson. A meta do empreendedor é disponibilizar a Router CNCcom o preço em torno de R$ 4 mil. Os concorrentes de mercado custam pelo menos o dobro deste valor.

protoptimus_opulodogato

Para divulgar seu trabalho e #COMPARTILHAR sua ideia, Jeferson fez uma surpresa para O Pulo do Gato: criou uma peça com o logo do blog e produziu um vídeo tutorial – disponibilizado no You Tube – ensinando o passo a passo para a construção da peça.

Este case mostra como a inovação aplicada à era dos makers pode ser capaz de mudar paradigmas da lógica industrial. Jeferson deu #OPULODOGATO ao usar o seu conhecimento e #VISLUMBRAR a solução de um problema real. Foi corajoso ao unir as ferramentas necessárias para #FAZER algo novo e de baixo custo. E ousado para surpreender e #COMPARTILHAR a sua ideia. Só falta muita #PERSISTÊNCIA para ele ir adiante com o projeto. Desejo sorte! E também já fiz minha contribuição no Catarse.

Se vc quiser colaborar, acesse:
http://www.catarse.me/pt/protoptimus

Para saber mais:
http://www.protoptimus.com/

Vídeo tutorial com a criação do trabalho d´O Pulo do Gato:
https://www.youtube.com/watch?v=1zpMW60_G8o